A Ata da Reunão de 09 de julho esta disponibilizada para conhecimento dos associados.

Ao nove dias do mês de julho de 2018, reuniram-se na Assembleia Legislativa do RGS na sala Maurício Cardoso no quarto andar, às 18 hs 45 min, os membros do MPB e convidados registrados a participação na folha de presença. A reunião foi presidida pelo Dr. Vinicius Marques Boeira - Presidente Nacional do MPB. Aberto os trabalhos, o primeiro item da pauta foram notícias das atividades do MPB nos últimos 30 dias. Passando a palavra para o Secretário Geral - César Day  esclareceu o episódio do cancelamento da palestra do advogado Modesto Carvalhosa previsto para o dia 30 de junho, causada por problema de saúde do palestrante. O Secretário de Comunicação e Mídias Sociais Carlos Horácio Bonamigo informou que essa é a primeira reunião do MPB que estava sendo transmitida em vídeo ao vivo pelo FACEBOOK. O presidente Vinicius Boeira informou que estando aberta a conta bancária do MPB numa agência  Bradesco de Porto Alegre, foi decidido em reunião do Gabinete Executivo o Movimento passará a receber um valor de R$ 30,00 mensais para os sócios pagantes, para a formação do fundo de cobertura dos compromisso do MPB. Informou que o MPB foi recepcionado pela direção da nova emissora de televisão de Porto Alegre - RDC- Rede Digital de Comunicações, canal 24 da NET. Na ocasião foi apresentado o MPB-RS e seu contínuo papel e esforço na divulgação do parlamentarismo, em termos apartidário. Na reunião ficou previamente combinado que haverá vários momentos que nossa Entidade será convidada para entrevistas e debates sobre temas políticos. De imediato foi apresentado o Prof. Dr. Carlos Eduardo Reverbel que fez sua palestra com o título Reforma Política e Eleições. Iniciou a palestra agradecendo o convite para esta que é a sua segunda presença como palestrante nas reuniões do MPB. A palestra pode ser resumida nos seguintes pontos essenciais: Abordou o tema da Reforma Política e os caminhos da democracia brasileira. Também envolveu o tema federalismo, da cláusula de barreira, do voto distrital e do atual sistema de governo. O Brasil necessita, para o palestrante, de uma profunda reforma política. A separação do Estado, do Governo e da Administração são as primeiras de todas as reformas. Passo seguinte seria termos um governo que detenha maioria no parlamento, bem como seja responsável perante o parlamento. O processo de impeachment é muito moroso e o presidencialismo demonstrou nesse quisito ser o pior sistema de governo quando não atende os anseios de seus eleitores, pois é de sua natureza a permanente crise de governabilidade que repercute nas atividades econômicas do pais. O parlamentarismo, pela moção de desconfiança acelera a responsabilização dos governos ruins e solidifica a representação política. Ao término cita que a crise geral  que estamos vivendo tem um lado bom que " faz e  refaz  pensar". Há uma crise sistêmica e o país  necessita fazer uma profunda reforma política no Brasil, e a mudança já esta em andamento onde empresários, políticos de todos os partidos estão sendo presos ou processados o que indica que alguma modificação já esta sendo alcançada. Há algum avanço. O Brasil está passando por uma mudança e o resultado já estará aparecendo nestas eleições de 2018. Só espera que "não haja retrocesso caso retorne as velhas práticas populistas que sempre marcaram o nosso jeito de fazer política, que resultou no escândalo que esta diariamente nas manchetes das mídias". Seguiu-se um espaço para perguntas por parte da plateia e a reunião foi encerrada às 21 horas. Eu Vera Conz registrei em ata, que será publicada no site oficial do MPB, para conhecimento dos demais associados.       

http://www.parlamentarismo.com.br/conteudo.php?i=436

Endereço: Rua Gomes de Freitas ,256/201 - Porto Alegre/RS. CEP 91380-000
Telefone: 51 3217.7603 / 51 98144.2288
E-mail: parlamentarismobrasil@gmail.com