Ata da Reunião Plenária de 19 de abril, com o palestrante Dep. Est. João Reinelli esta disponibilizada. Postadas novas fotos do evento.

Ver a Ata em http://www.parlamentarismo.com.br/conteudo.php?i=402

 Veja também,  fotos adicionais do evento: :http://www.parlamentarismo.com.br/exibeGalerias.php?i=404

O tema da palestra, merece ser registrado com mais ênfase, e publicamos uma matéria enviada pela Assessoria de Imprensa do Dep. João reinelli, Paola C. Vernareccia Cestari, que gentilmente encaminhou para divulgação no MPB:

 

       Reinelli faz palestra sobre a resiliência urbana na reunião de abril do Movimento Parlamentarista Brasileiro.

 

           O Deputado João Reinelli foi o palestrante convidado pela direção do Movimento Parlamentarista Brasileiro no RS para a reunião do mês de abril do MPB, realizada nesta quinta-feira (18), na Assembleia Legislativa. Reinelli, que é parlamentarista, foi convidado para discutir o tema e para apresentar o projeto de sua autoria que propõe tornar a resiliência urbana uma política pública estadual. O PL 59/2018, batizado de" Rio Grande Resiliente" foi protocolado neste mês na ALRS. Participaram integrantes da direção do MPB, entre eles o presidente Vinícius Marques Boeira, e conselheiros. 

        Convidado pela direção do MPB para participar da reunião realizada mensalmente na Assembleia Legislativa pelo Movimento, o parlamentar, que ingressou no PSD neste mês, após sair do Partido Verde, no qual militou por sete anos, escolheu o tema resiliência urbana, uma das bandeiras que defende desde o começo do mandato, para apresentar. Reinelli falou um pouco sobre a trajetória política, que começou como vereador em Nova Prata e lembrou que sempre foi simpatizante do parlamentarismo. "Acredito que se houvesse uma reforma política e o parlamentarismo fosse adotado, estaríamos em melhor situação.

         Reinelli explicou que foi o proponente da Comissão Especial do Rio Grande Resiliente, realizada em 2016, que debateu e propôs ações preventivas em diferentes áreas, para transformar as cidades e o Estado em lugares sustentáveis e eficientes. " O conceito de resiliência aplicado às cidades é a capacidade daquele local se planejar para dar uma resposta adequada e rápida, seja para uma tempestade ou para uma outra situação como a escassez de água. Seriam eventos agudos ou mesmo para situações crônicas, como a violência. É um tema envolvente, amplo, que ganhou uma dimensão maior quando Porto Alegre fez sua estratégia de resiliência e a apresentou em 2016". Reinelli lembrou ainda que acompanhou junto com a sua equipe o trabalho do comitê de resiliência em Porto Alegre, que foi escolhida para integrar o projeto "Cem Cidades Resilientes " da centenária Fundação Rockefeller, instituição norte-americana que escolheu cidades no mundo inteiro para desenvolver projetos de resiliência.

            O parlamentar também destacou o sucesso do projeto desenvolvido com a estratégia de resiliência de Medellín, na Colômbia, que ele considera um trabalho que merece destaque. "Através de intervenções urbanas e sociais, em que a população se envolveu e quis dar um basta à situação de violência. As pessoas uniram ao poder público para discutir e buscar soluções e decidiram que não iam virar as costas para as comunidades carentes que passaram por um processo de inclusão que melhorou as condições de vida para os mais pobres, com interversões em mobilidade urbana por exemplo. Lá investiram em meios de transporte, como teleféricos, que diminui o tempo em que as pessoas que vivem no alto das montanhas demoravam para descer de três horas para vinte minutos. Criaram piscinas públicas, parques para que essas comunidades pudessem ter acesso ao lazer. Enfim interviram para melhorar a qualidade de vida na cidade, em especial de quem vivia marginalizado, esquecido em áreas conflitadas", exemplificou o parlamentar que é o proponente do projeto "Rio Grande Resiliente". 

 Os convidados receberam o texto do PL 59/2018, que nasceu embasado nas conclusões da Comissão Especial. ? A intenção é que as cidades e o estado do RS assumam o compromisso  de estabelecer as condições para que as comunidades desenvolvam as habilidades necessárias para implantar a resiliência urbana, ou seja, o planejamento responsável e sustentável. A proposta prevê a criação de comitês locais de resiliência que fiquem encarregados de  buscar junto à comunidade as demandas, ou seja as prioridades daquela população, considerando os riscos que as ameaçam e a partir daí elaborem as estratégias, ou seja planejem e coloquem em pratica as ações para prevenir os problemas, reduzir danos e também e regenerar as cidades, diante de eventos previsíveis ou inesperados?, detalhou o parlamentar, que junto com o assessor David Monteiro, apresentou também os benefícios para as cidades. ?Ter um planejamento, uma estratégia de resiliência facilita na hora de obter recursos para projetos junto às instituições financeiras, que dão preferência às cidades que tem incluem essa agenda na gestão?, explicou Monteiro, que ajudou a coordenar a elaboração da estratégia de resiliência de Porto Alegre. Reinelli lembrou ao encerrar a apresentação que já estamos atrasados em relação às ações que precisamos adotar para ajudar o planeta e melhorar a vida das populações tornando as cidades mais  preparadas para enfrentar as constantes transformações e as consequências das intervenções que os seres humanos seguem fazendo, sem dar importância aos efeitos que estão aparecendo no clima, nas florestas, nos oceanos e que atingem a todos. "Precisamos pensar em como vamos viver daqui alguns anos nas cidades e, para isso, é necessário avaliarmos nossas atitudes, mudar algumas e planejar constantemente ", alertou o parlamentar. 

 Acesse o projeto "Rio Grande Resiliente" em: https://goo.gl/yRHnAt 

Endereço: Rua Gomes de Freitas ,256/201 - Porto Alegre/RS. CEP 91380-000
Telefone: 51 3217.7603 / 51 98144.2288
E-mail: parlamentarismobrasil@gmail.com